21 / Dez2015

NA FRANÇA, MAGREZA NA MODA TERÁ DE PASSAR POR CRIVO MÉDICO

953f7fe67a70b0c16f34b27ce6fe8be7

Uma nova lei foi aprovada na França, e diz respeito a uma questão delicadíssima da indústria de moda: agora, modelos deverão apresentar um atestado de boa saúde assinado por médico, ou não poderão trabalhar.

Empregadores deverão fazer sua parte. Em caso contrário, ficarão sujeitos à condenação, que consiste de: prisão por até 6 meses, bem como multa de alto valor (começando em $81,000). A lei, com sua penalidade pesada, se aplica às agências de modelo e/ ou clientes.

Imaginem o impacto para a moda francesa! E, sim, todas as modelos, sem exceção, deverão portar tal certificado médico atestando seu IMC dentro dos padrões ditados pela Organização Mundial de Saúde. Outra faceta controversa da lei trata das fotografias manipuladas pelo Photoshop. A partir de janeiro de 2017, todo material alterado pelo software deverá vir assinalado “fotografia retocada”.

As medidas visam a combater o desenvolvimento crescente da anorexia entre as modelos e os distúrbios de alimentação entre as pessoas jovens. Uma versão primeira da lei chegava a impor um IMC mínimo para as modelos, o que foi rejeitado pelo Ministério Público francês.

Qual é a sua opinião?

skinny-model

Fotos: reprodução

Sigam @chrispitanguy no Instagram, Chris Pitanguy no YouTube e Snapchat.

Comente!